A bola da vez…


A partir do dia 13 de Agosto de 2012, com o término oficial dos Jogos Olímpicos de Verão de 2012, o mundo irá focar sua atenção no próximo grande evento esportivo, a Copa do Mundo de 2014 no Brasil.
Em 2014,teremos uma competição de grande porte, cuja realização vai requerer extensos processos de preparação e complexas operações. Por um lado, o Campeonato Mundial gerará reflexos e benefícios em diversos setores da economia e da sociedade, sejam temporários ou duradouros, diretos ou indiretos.

1270583_FULL-LND.jpg
© FIFA, 2012

A próxima Copa do Mundo poderá quintuplicar os investimentos diretos realizados no Brasil, totalizando R$ 142,39 Bilhões na economia brasileira durante este período, a informação é resultante do estudo “Brasil Sustentável – Impactos socioeconômicos da Copa do Mundo 2014”.

Dentre as inúmeras áreas beneficiadas pelo evento em questão, o Design, como prestação de serviços e desenvolvimento de produtos irá consequentemente ter um grande impulso, diante de melhorias no poder aquisitivo e necessidades pré-evento.

A realização da Copa do Mundo pode oferecer a oportunidade para que marcas nacionais possam ter um melhor nível de exposição, ainda mais que o Brasil vive um momento recente de construção de organizações globais.

Como em todo grande evento esportivo, o clima para práticas esportivas vai aumentar, e consequentemente o numero de pessoas praticantes cresce consideravelmente.

Empresas produtoras de artigos esportivos acompanhando essas mudanças provocadas pelos eventos focam e investem na criação de novos produtos, além de criar campanhas para elevar sua marca, aproveitando o melhor período para exposição.

Na grande briga do setor esportivo temos a Adidas como a grande patrocinadora das copas do mundo, e principal empresa a ser batida… e seguida.
Como aconteceu no ultimo mundial em 2010 na Africa do Sul, as atenções se voltaram para os lançamentos da marca, gerando grande repercussão, se tornando um “CASE” de sucesso, como o lançamento da Bola oficial dos jogos, a “Jabulani”.

Jabulani-Soccer-Balls-wallpaper-0-1240x720.jpg
© ADIDAS, 2010

Este ‘CASE” trás consigo um ótimo exemplo de desenvolvimento, focado no evento em questão, feito sobre um conceito único e especifico do país sede.

“Jabulani é uma palavra da língua Bantu isiZulu, um dos 11 idiomas oficiais da África do Sul. A bola da Copa 2010 tem apenas oito gomos em formato 3D. Seu design possui traços africanos, misturados numa diversificação de 11 cores – o branco predomina.
As cores, de acordo com a Adidas, foram escolhidas para representar os 11 jogadores de cada seleção, os 11 idiomas oficiais da África do Sul e as 11 tribos que formam a população sul-africana.” Via Wikipédia

Além deste exemplo, outras empresas do setor utilizam o evento como lançamento e promoção de novos produtos, como: NIKE e suas chuteiras, PUMA e suas camisas e equipamentos, entre outras.

eboue_etoo_mensah_campaign.jpg
© PUMA, 2010

A expectativa que se cria no evento brasileiro, é de como as empresas nacionais e internacionais irão se estabelecer e ditar seus conceitos e produtos, imaginando que no Brasil há uma questão que em outros países não existe, a de possuir empresas esportivas nacionais fortes e de qualidade.

O país do futebol, talvez seja um dos países que mais possui empresas do setor esportivo, ao exemplo das marcas Penalty e Topper, que atualmente ocupam posições importantes no mercado, além de que, o Brasil ser um país multicultural, no qual podem explorar diferentes vertentes e conceitos.

Cabe á essas empresas descobrirem o caminho a ser seguido, aproveitar a época de investimentos e aquecimento dos setores e destoar-se no cenário, explorando o fato de estar representando o próprio país e seu consumidor.

Nos próximos anos, ao imaginar o Brasil, a “bola da vez”, faz com que o mercado seja explorado com maior intensidade, e de acordo com as previsões, este mundial tem tudo para agregar ao país algo muito maior do que estádios e infraestrutura, com um plano de ação eficiente e visão de mercado apurados, podemos ter algo muito maior, podemos ter a imagem nacional aliada a produtos e empresas 100% nacionais.

Publicado em: Obviousmag

Por Henrique Praxedes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s